sábado, 17 de dezembro de 2011

A banalização de uma marca

  Tem coisa mais irritante do que ver uma marca super especial e que pouca gente sabia sendo falada por todo mundo? Pra mim,não! Christian Louboutin é um exemplo perfeito disso,a um ano atras ninguem sabia quem era Louboutin ou o que era o solado vermelho,e hoje,quantas marcas poem solados vermelhos na esperança de se igualarem ao designer? Ou mesmo uma coisa que já virou costume,pintar o solado dos seus sapatos de vermelho...me lembro de quando vi um Louboutin pela primeira vez,o que me chamou a atenção não foi a cor,ou o modelo do sapato,mas sim aquela sola vermelha brilhante que mais parecia uma bala,pronta para ser devorada.E agora,ver solados vermelhos em todos os lados não é mais prazeroso,pelo contrário,virou tedioso.Antes,eu pensava,hoje vi uma garota especial,que resolveu aplicar o seu dinheiro,sim porque eu não poderia chamar gastar 700 dolares ou mais de gastar,em uma coisa diferente,única e irreverente e hoje eu tenho pena dessa menina,que pode ir na loja ao lado e adquirir o sapato mais comum com a maldita sola vermelha( pra ela a sola deve ter virado maldita,não acham?).
  Outra marca que foi completamente banalizada foi a Louis Vuitton.Gente,sério,alguém ainda aguenta ver uma LV speedy em algum lugar? Uma marca que tinha tudo para ser genial,que foi entregue nas mãos de um estilista super capaz,Marc Jacobs,virou "aquela que tem a bolsa com monogramas".Quando eu era menor,era raro ver uma bolsa Louis Vuitton sendo carregada por ai,e quando a gente via,nossa,lembro que eu e minhas amigas queriamos tocar,pegar,sentir aquele couro cheio de desenhos.Hoje,se você sabe o que é a marca e nunca viu uma bolsa deles sendo carregada por alguém,você provavelmente vive em um lugar beeeeeem isolado.Mas,afinal,qual o problema da banalização? É a marca poder se aproveitado por todo o povo? Porque,sim,tem muita gente que vai me chamar de preconceituosa por falar da banalização das marcas,mas o meu ponto de vista é outro,afinal eu nem tenho um item caro e banalizado.Eu penso na moça que comprou a bolsa,o sapato,o que quer que seja,pensando estar adquirindo algo novo,quase exclusivo e alguns meses depois ver TODO mundo usado aquilo,e o dinheiro investido sendo jogado pela janela como papel branco no ano novo.Me diga,honestamente se você não pensaria duas vezes em comprar um item de marca depois de passar por uma situação dessa.Se isso ainda não te convence,pense no trabalho,nos dias,meses,as vezes anos dedicados por um estilista em desenhar e acompanhar o processo de criação de uma peça para depois ve-la sendo falsificada e imitada em cada camelô existente.Por que,sério,se fosse eu no lugar deles eu iria ficar irada.Mas esse é apenas o meu ponto de vista.O que vocês pensam da banalização?

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Ouve um erro com o blog e agora o nome dele é : bebooks-mebooks.blogspot.com . Fica a dica de blog

    ResponderExcluir
  3. Penso que é uma pena banalizar com pirataria qualquer coisa. Os idealizadores devem sentir muito mais do que nós. No caso das marcas que só copiam, popularizam a coisa toda, mas os grandes sempre estarão um passo a frente.

    Beijo e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  4. Ah, isso é normal. É só o que acontece hoje em dia. Por isso, sacaneamos tanto os hipsters! rs

    Beijos, Maria Luiza
    www.batomnosdentes.com

    ResponderExcluir